segunda-feira, 4 de agosto de 2014

O Problema do Mal

Já faz 28 meses que estou nesta montanha-russa ideológica. Dela pipocaram questionamentos, gritos de compreensão, e frios na barriga de indecisões. Por mais que eu tenha ido e vindo, visto e sentido o gosto de várias religiões e formas de pensar, fica claro que o Cristianismo é o buraco mais fundo. O Brasil, sendo um "estado laico mas não-ateu, um estado judaico-cristão", como diria o asno do Marco Feliciano, é praticamente O LUGAR para se discutir o Cristianismo. Cristianismo, pra quem não sabe, envolve 8 coisas: Deus, Deus-Jesus, Deus-Desconhecido, você-os-outros-e-o-resto, pecado, diabo, céu, inferno. E coisas boas também.


Como pequena introdução, colocarei como palavras-chave a seguir coisas que todo mundo conhece, do início da bíblia: Adão, Eva, maçã, cobra, pecado, capiroto, Deus, você, o mal. Hoje tratarei d'O Problema do Mal, pessoal.

O Problema do Mal, em letras maiúsculas e assustadoras, é um dilema enfrentado, ou que pelo menos deveria ser, pelos cristãos que lutam por serem coerentes não com a ciência, nem com a moralidade, mas com a própria crença. Para quem acredita ou não acredita, todo mundo conhece a história: Deus criou o homem feito de barro, a mulher da costela dele, pôs os pombinhos no Éden, fez a árvore com o fruto proibido, veio Satanás e cortou o barato de todo mundo, Deus expulsou os dois do Éden, e hoje as mulheres sofrem para dar a luz. Ah, e existe o mal, sofrimento, corrupção, lascívia, morte, dor, punição, tortura, fome, devastação, desigualdade, egoísmo, pecado, desastres naturais e opressão, também. Tudo explicadinho. Mas a pergunta principal do Problema do Mal feita aos cristãos é: "Explique-me tu, rapaz, desde o comecinho, como é que Deus ter colocado a árvore e a fruta lá no meio do Éden não foi uma puta falta de sacanagem".


Agora deixem-me dissecar o assunto. Um dos aspectos mais profundos deste problema, está na mentalidade de achar que Deus é um homem. Existem teologias, filosofias e reinterpretações que dizem que Deus bíblico é algo diferente, mais próximo do Tao, do deus de Baruch Spinoza ou energia/força/entidade/barato-muito-doido primordial, mas é claro que você não é obrigado(a) a pensar nele assim, naturalmente a forma mais tradicional de papai-noel de camisolas pode te satisfazer melhor. Por acaso essa visão é baseada em Zeus, o Todo-Poderoso grego. Recapitulando... Acreditar que Deus seja um homem, que é a visão empregada em toda a bíblia, é algo ruim, porque um homem erra.

Mas Deus não erra, correto? Deus é perfeito, oras bolas caxirolas.

Espera aí...

Deus não errou colocando o Fruto Proibido justo dentro do Éden, na cara de Adão e de Eva?  Deus não errou em deixar Adão e Eva à sós com uma cobra falante, e por sinal, fofoqueira? Deus não errou fazendo o homem tão ganancioso, curioso e desobediente? Deus não errou punindo a humanidade inaugurando o Inferno e deixando que Satanás esfole o briôco do pessoal, ao invés de simplesmente castigar a cobra fofoqueira? Deus não errou em fazer o homem de barro, sendo que Darwin disse que ele evoluiu do macaco? 

Essas e outras perguntas exigem o máximo de abstinência de massa cinzenta para serem respondidas, distorção do sentido claro empregado no que está escrito, e principalmente, muito fundamentalismo.

"Deus não errou colocando o Fruto Proibido justo dentro do Éden, na cara de Adão e de Eva?"

Por todas as distâncias de áreas inabitadas e desconhecidas à época, por que Deus teve a ideia brilhante de colocar a Árvore da Ciência do Bem e do Mal bem pertinho das suas crias? Você pode argumentar, como muitos o fazem, de que Deus quis fazer um test-drive de obediência com os dois. Essa seria uma resposta perfeita, pena que o Deus descrito na bíblia é onisciente, ou seja: vê tudo, sabe de tudo, até os nossos pensamentos, sabe de toda a nossa natureza, e olha só que louco, sabe do passado, do presente e do futuro. Que massa, não é? Deus quis testar Adão e Eva já sabendo no que ia dar: os dois iriam cair, o mal iria existir, as coisas nunca seriam perfeitas, Caim, Abel, Hitler, Inferno, Satanás, briôco, aquela história toda. Isso é péssimo para a imagem que nosso criador quer passar.

"Deus não errou em deixar Adão e Eva à sós com uma cobra falante, e por sinal, fofoqueira?"

Além de colocar a Árvore bem acessível aos dois, ainda tinha um melzinho na chupeta: A Cobra Falante. Se a Árvore e o Fruto eram um teste de obediência, a Cobra também estava incluída no pacote? Ela aproveita justo a hora que Deus "sai da presença" de Adão e Eva (onipresença e onisciência #fail), e dá o bote. Você consegue imaginar Deus escondido atrás de um arbusto, escutando a conversa, depois de ter ensaiado as falas com a Cobra, pra ver se Adão e Eva eram realmente dignos de sua confiança?
Mas a Cobra não é Satanás? Satanás não é aquele anjo mau que foi expulso do Paraíso? Deus não pode ter combinado nada com ele, eles se odeiam. Você ficaria surpreso se eu te dissesse que em nenhum momento é citado no texto que a cobra falante é Satanás? Pois é, cabrito!
Essa noção vem de teologias posteriores, e é constantemente repetida, tanto que está enraizada na cabeça de todos. Falaremos sobre o ânus fustigado de Satanás em instantes.

"Deus não errou fazendo o homem tão ganancioso, curioso e desobediente?"

Deus fez o homem. Ponto. Na bíblia não é dito que ele desenhou o projeto, mas se o fez, com certeza foi à caneta, antes da invenção do errorex. Logo após o projeto estar pronto, Deus quis corrigí-lo com rabiscos feios, que não resolviam bem o problema, como é o caso da dor do parto, do trabalho, da morte e do Dilúvio. Neste último, Deus matou tudo o que estava vivo, repopulando a Terra com a mesma vida e os mesmos salafrários chamados Seres Humanos. Deus este que fez curso de Administração por encomenda, entende de projeção, reposição de estoque e relação custo-benefício. 
Se há um culpado pela natureza do homem ser o que é, quem mais seria? Afinal, Deus criou ou não criou todos os seres em estado de perfeição? Argumentadores dizem que o homem se corrompeu com o pecado. E coisa e tal. Mas daí precisaremos perguntar qual a origem do pecado. Quem criou todas as coisas? E o pecado? Satanás? Quem criou Satanás? Quem é o culpado da natureza de Satanás ser o que ela é? [Ânus de Satanás daqui a pouco]

"Deus não errou punindo a humanidade inaugurando o Inferno e deixando que Satanás esfole o briôco do pessoal, ao invés de simplesmente castigar a cobra fofoqueira?"

Essa é bem fácil. Deus monta um supercenário, faz o homem de barro, a mulher da costela dele, ensaia com a cobra, escuta atrás do arbusto e entra em cena com as falas na ponta da língua, fazendo um belíssimo trabalho de atuação interpretando tristeza, decepção e ira (com direito a poderes mágicos). Mas o desfecho da novela é punir os seres humanos? Cumacim? Se a cobra não for Satanás, ele tira o dom da fala de sua espécie - e em compensação manda os seres humanos para uma eternidade de sofrimento, angústia, tortura, fogo e ranger de dentes após uma morte lenta e dolorosa? Se a cobra for Satanás, então ele simplesmente deixa de puní-lo propriamente  e ainda DÁ O POSTO DE CHEFE DO INFERNO, o direito e esfolar o briôco da humanidade por uma eternidade e o de colocar obstáculos em suas vidas? Caramba! Que Deus maravilhoso!

"Deus não errou em fazer o homem de barro, sendo que Darwin disse que ele evoluiu do macaco?"

A posição oficial da Igreja Católica Apostólica Romana a respeito do assunto, caso você não saiba, é incompreensivelmente à favor da Teoria da Evolução. Os papas Pio XII, João Paulo II e Bento XVI (um, dois, TRÊS papas), defenderam que a evolução é "uma ideia válida para o desenvolvimento dos seres humanos", "mais do que uma hipótese", "compatível com a cristandade". Aparentemente, a Teoria da Evolução não diz que Deus não existe. E não diz mesmo. Mas a Igreja propõe o chamado "Design Inteligente", onde Adão, Eva, serpente e o capiroto estariam de mão dadas com a Evolução. O que por acaso consegue ser ao mesmo tempo tremendamente infantil, anticientífico, tendencioso e hilário. Por que? Porque o ponto central da Teoria de Darwin é que Deus é completamente inútil ao processo da evolução, por isso mesmo chamado Seleção Natural, não Seleção Divina. Deus pode ter algo haver com a natureza, claro. Mas com a Evolução, não. Esta sendo minha teoria científica preferida, eu não poderia deixar de deixar alguns pontos claros:
"Teoria" é um termo técnico, diferente de hipótese. Todas as descobertas científicas que regem o progresso da humanidade até hoje levam o nome de "teoria": Teoria do Big Bang, Teoria das Cordas, Teoria da Relatividade, entre outras, que de tão confiáveis e aplicáveis nem levam mais o termo: Teoria Hipocrática da Medicina, Teoria da Matemática Euclidiana, Teoria do Movimento Planetário, Teoria Heliocêntrica, Teoria da Ondulatória, Teoria Termodinâmica, entre muitas outras. 
O ser humano não veio do macaco. Ambos têm um ancestral longínquo em comum. O que faz de nós primatas tanto quanto os orangotangos e gorilas. O chimpanzé tem 99,4% da estrutura de seu DNA idêntico ao nosso. Esses 0,6% é o que os impede de falar, construírem prédios, ter uma cultura.

O Ânus Fustigado de Satanás

Existem dois diabos, só que um parou na pista, um deles é o dos toque, o outro, quele d'O Exorcista Em "Rock do Diabo", o mestre Raulzito fala brilhantemente de Lúcifer, e do Diabo também. Raul sabia que o o Diabo é uma mistura de Baphomet, Shaitan e o Rei Tritão da Pequena Sereia que a Igreja Católica demonizou porque eram adorados pelas pessoas que ela queria que pagassem dízimo. O diabo que parou na pista é o dos toque, aquele da sabedoria, inteligência, pensamento crítico. Lúcifer quer dizer aquele que tem a luz. É a divindade que os satanistas (alguns) adoram. Não sou satanista, antes que me pergunte. 
.........

O Problema do Mal é patrocinado pelo Paradoxo de Epícuro:  

Deus quer prevenir o mal, mas não consegue?
Então ele não é onipotente
Ele consegue, mas não quer?
Então ele é malevolente.
Ele quer e ele consegue?
Então por que o mal acontece?
Ele não quer e não consegue?
Então por que chamá-lo de Deus?

Pois é, né. Quer dizer então que Deus errou no projeto dos Dinossauros, destruiu os coitados; aparentemente, também errou no projeto dos anjos, mandou Satanás picar sua mula do Paraíso; errou no projeto dos seres humanos, castigou-os com o trabalho, morte e o mal; também errou no projeto de cobras, e hoje elas não dão nem um pio. Mas ele não erra. Nem existe. Não dessa forma. Deus é uma hipótese, diferente de Teoria.

Até mais, cabritos andarilhos dos trilhos de trem ~